Google acusa Bing de roubar resultados de busca; Microsoft nega

07/08/2011 at 12:07 pm Leave a comment

  • Por Felipe Ventura

 

O Bing foi pego pelo blog Search Engine Land  copiando e corrigindo termos de busca escritos incorretamente, usando dados retirados do Google. Amit Singhal, engenheiro de software do Google, falou hoje mais sobre o assunto, explicando como eles conseguem provar que o Bing anda chupinhando resultados do Google. A Microsoft, claro, nega as acusações.

O Search Engine Land usou o exemplo de “torsoraphy”, que o Google corrige para “tarsorrhaphy” (tarsorrafia, cirurgia para fechar as pálpebras) e mostra resultados relevantes. Se você for ao Bing americano e digitar a palavra errada, o que você encontra? A página da Wikipédia sobre tarsorrafia – mas o Bing não corrige a palavra. Como é que eles acharam a página, então?

Talvez isso não fosse prova o bastante. Então hoje, no blog oficial do Google, Amit Singhal explicade que forma eles podem provar o “plágio” do Bing. Primeiro, eles perceberam que o Bing copiava todo tipo de termo de busca – “termos populares, termos raros ou incomuns, e termos escritos erroneamente”. Então, o Google criou 100 “buscas sintéticas” – palavras inventadas como “hiybbprqag” que nenhum ser humano buscaria – para ver se o Bing copiava. E eles copiaram!

Mas como a Microsoft teria copiado esses termos? Explica pra gente, Singhal:

Como vemos, este experimento confirma nossa suspeita de que o Bing está usando uma combinação de:

– Internet Explorer 8, que pode enviar dados à Microsoft através da função Sites Sugeridos

– A Barra Bing, que pode enviar dados através do Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente

Ou possivelmente alguma outra forma de enviar dados para o Bing sobre o que as pessoas buscam no Google e os resultados de busca do Google nos quais eles clicam.

Parece que o Google sabe disso já faz um ano, mas o que eles podem fazer? Como diz Danny Sullivan, do Search Engine Land, isso não é ilegal. E os usuários talvez saiam ganhando com isso, se os resultados do Google ajudarem o Bing a ser melhor. Mas isso é injusto: “trabalhamos incrivelmente duro e fizemos tantas coisas por anos, mas eles chegam lá baseados no nosso trabalho duro”, diz Singhal.

A Microsoft negou as acusações, dizendo: “nós não copiamos os resultados do Google”. O blog oficial do Bing explica que eles usam “mais de 1.000 sinais e funções” para compor o algoritmo de ranking deles, que aprende com os usuários, e considera que a tática do Google de gerar palavras sem sentido, para o Bing então exibi-las em seus resultados, não reflete bem a forma como eles aprendem com os usuários.

Será que isso vai virar roteiro de mais um filme sobre a internet? [Search Engine LandOfficial Google Blog e ZDNet]

       
Advertisements

Entry filed under: Uncategorized. Tags: , .

primeiro modelo, TouchPad, da HP, ganha nova configuração A POPULAÇÃO E O ESPAÇO URBANO

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed



%d bloggers like this: